Copyright © 2020 Martins & Bueno

Todos os direitos reservados

mbrh@mbrh.com.br | (31) 3194-3300

Av. do Contorno, 5417 - 6º e 9º andares

Belo Horizonte, MG - CEP 30110-925

  • Facebook Martins & Bueno
  • LinkedIn Martins & Bueno
  • Instagram Martins & Bueno
Post Roll Comunicação e Marketing Digital
Please reload

Posts Recentes

7 habilidades profissionais do futuro para começar a aprender hoje

December 9, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

LinkedIn lista as 10 habilidades mais buscadas por empregadores em 2019

January 18, 2019

 

Em busca de um novo emprego para seu 2019? Uma análise da rede social LinkedIn aponta que empregadores estão buscando profissionais com uma combinação de competências. No topo da lista de atributos está a criatividade.

 

Segundo texto publicado no site do Fórum Econômico Mundial, habilidades humanas como originalidade, iniciativa e pensamento crítico tendem a ser mais valorizadas pelo mercado de trabalho à medida que a tecnologia e a automação avançam. Afinal, são essas as características únicas aos humanos (toma essa, inteligência artificial).

 

“Fortalecer uma habilidade pessoal é ​​um dos melhores investimentos que você pode fazer em sua carreira, já que elas nunca saem de moda”, escreveu Paul Petrone, editor do LinkedIn Learning, em uma postagem sobre as habilidades desejadas pelo mercado para 2019. “Além disso, a ascensão da IA ​​está tornando as soft skills cada vez mais importantes, já que são competências que os robôs não podem automatizar.”

 

Habilidades misturadas

 

Com o avanço da quarta revolução industrial, os empregadores estão exigindo um mix maior de habilidades. À medida que tecnologias como automação e algoritmos criam novos empregos de alta qualidade e eliminam outras, a demanda por essas competências só deve aumentar.

 

Depois da criatividade, o LinkedIn aponta que as principais habilidades pessoais eram persuasão, colaboração, adaptabilidade e gerenciamento de tempo.

 

Entre as competências técnicas, por outro lado, a computação em nuvem aparece no topo. A inteligência artificial vem em seguida, seguida pelo raciocínio analítico. A seguir, em quarto lugar, vem gestão de pessoas, seguida pelo design da experiência do usuário.

 

Na avaliação do Fórum Econômico Mundial, há também uma “crescente instabilidade de competências”, uma vez que a tecnologia muda os perfis de muitos empregos atuais e diferentes habilidades são necessárias. Estima-se que mais da metade de todos os funcionários do mundo precisarão passar por algum processo de reciclagem nos próximos anos.

 

“As atuais mudanças na força de trabalho substituirão alguns profissionais e, ao mesmo tempo, criarão novas oportunidades para os outros”, informou o relatório.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga