Copyright © 2020 Martins & Bueno

Todos os direitos reservados

mbrh@mbrh.com.br | (31) 3194-3300

Av. do Contorno, 5417 - 6º e 9º andares

Belo Horizonte, MG - CEP 30110-925

  • Facebook Martins & Bueno
  • LinkedIn Martins & Bueno
  • Instagram Martins & Bueno
Post Roll Comunicação e Marketing Digital
Please reload

Posts Recentes

Habilidades sociais estão cada vez mais valorizadas

November 11, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Como decidir entre duas oportunidades de emprego

September 9, 2019

Todas as decisões de carreira que um candidato toma terão impacto nas suas ambições de profissionais a longo prazo.

Pode parecer um sonho, mas ter duas ofertas de emprego em jogo pode resultar em uma decisão difícil. Especialistas em recrutamento da Robert Walters compartilham alguns pontos cruciais a serem considerados se você estiver com dificuldades para decidir.

 

Pense a longo prazo

 

“Uma das principais razões pelas quais as pessoas mudam de trabalho é progredir em suas carreiras, por isso, ao decidir o seu próximo passo, suas ambições de carreira a longo prazo devem ser uma consideração importante”, diz Leonardo de Souza, Country Manager da Robert Walters Brasil. Como ele explica, todas as decisões de carreira que um candidato toma terão impacto nas suas ambições de carreira a longo prazo, o que significa que é ainda mais importante fazer as escolhas certas. “As ambições de longo prazo devem atuar como um objetivo final e, qualquer que seja a escolha de carreira que você faça agora, isso deve direcioná-lo ainda mais para a meta final”.

 

Tenha cuidado com os fatores “push”

 

“Ao considerar cada oportunidade, pergunte a si mesmo se ela cumprirá as razões pelas quais você decidiu procurar um novo trabalho, em primeiro lugar”, sugere Leonardo. Qualquer candidato provavelmente experimentará “fatores impulsionadores” que os afasta de sua função atual, diz ele, mas se o novo projeto em oferta não resolver esses problemas, você pode ficar insatisfeito e se perguntar se valeu a pena. Leonardo também acrescenta: “Não acabem pulando da frigideira para o fogo, escolhendo a oportunidade errada”.

 

Avaliar o equilíbrio trabalho / vida pessoal

 

“O equilíbrio trabalho / vida pessoal de qualquer trabalho significa coisas diferentes para pessoas diferentes, então considere o impacto que cada função terá em suas próprias necessidades e exigências”, sugere Leonardo. Se os candidatos têm filhos pequenos ou outras responsabilidades, então a capacidade de trabalhar de casa ou com flexibilidade pode ser uma preocupação mais premente, diz ele. “Considere também a localização e o deslocamento de cada oportunidade, pois isso pode afetar significativamente o seu dia a dia, embora algumas empresas possam oferecer vantagens como creches ou outros benefícios que possam compensar esses problemas.”

 

Considere o ajuste da cultura

 

“A cultura de uma empresa é extremamente importante ao decidir qual oferta aceitar, porque você precisa ter certeza de que vai gostar de ir ao trabalho todos os dias”, Completa Kevin Gibson, CEO Latam da Robert Walters. O que constitui um bom ajuste cultural depende muito do indivíduo, explica ele, para que os candidatos possam avaliar se o local de trabalho é adequado para eles, podem perguntar a amigos ou ex-funcionários que conhecem o negócio e verificar canais de mídias sociais como o Glassdoor e o Instagram. “Pense nos tipos de oportunidade que você desfrutou no passado e qual das funções oferecidas é a que mais se aproxima desse ambiente”.

 

Refletir sobre a entrevista

 

“O processo de entrevista é onde a mágica acontece, oferecendo a você a melhor chance de obter uma boa compreensão de como a empresa opera em um nível pessoal”, diz Kevin. No entanto, embora os candidatos possam não conseguir construir uma imagem completamente precisa do trabalho por meio de uma entrevista, isso deve dar uma ideia do que esperar. “A partir de uma boa entrevista, você poderá imaginar como seria um dia de trabalho regular e avaliar a cultura do local de trabalho da empresa, o que ajudará no processo de tomada de decisões.

 

Não se deixe levar somente pelo salário

 

“Embora o salário seja obviamente uma consideração importante em qualquer oferta de trabalho e deva refletir razoavelmente o nível de trabalho esperado, não deve ser o único fator a determinar se você aceita ou rejeita uma oferta”, alerta Kevin. Uma certa oportunidade poderia oferecer outros benefícios não monetários, como aumento de responsabilidade ou maior exposição ”, diz ele. “Se você quiser tomar uma decisão isenta de salário, ignore o pacote financeiro e concentre-se no que mais o entusiasma sobre as duas ofertas.”

 

Confie na sua intuição

 

“Se você fez as perguntas certas na entrevista e pesquisou as empresas e as oportunidades específicas oferecidas, você deve estar bem colocado para tomar uma decisão sensata e informada sobre qual oferta você deve aceitar ”, conclui Kevin. No entanto, ele observa que assumir um novo projeto nunca é isento de riscos, independentemente de quantas análises você tenha feito. “Ser avesso ao risco não é uma má qualidade quando se procura mudar de trabalho, mas em algum momento, você pode ter que confiar em seu instinto e dar esse salto!”

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga